Receita Federal simplifica abertura de filiais em outros estados

por Equipe de conteúdo

Receita-federal-filais

Os empresários brasileiros bem sabem quais são os desafios de tocar um negócio no pais.

As deficiências de mão de obra e infraestrutura do pais somadas ao excesso de exigências e despesas dificulta ou até mesmo emperra o crescimento muitas vezes.

Porém no atual momento em que o governo busca simplicar os processos e reduzir a burocratica surge uma ótima notícia para as empresas que precisam abrir, alterar ou fechar filiais em outros estados.

A Receita Federal, através da RedeSim (A Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios) implantou norma que permite fazer todos os procedimentos relativos à filiais a partir da Junta Comercial da empresa matriz.

Leia o comunicado da Receita Federal na íntegra:

A Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (Redesim), gerida pela Receita Federal, implantou funcionalidade que passou a permitir a abertura, alteração ou baixa de filiais a partir da junta comercial da matriz.

Até pouco tempo, a abertura de filiais em outros estados era um processo demorado em que o empresário precisava, inicialmente, ir à Junta Comercial da matriz e fazer uma alteração contratual. Em seguida, após o pedido ser aprovado, este mesmo empresário deveria ir à Junta Comercial da cidade da filial para fazer o registro.

A partir de agora, além de evitar deslocamentos para o empresário, uma única taxa é cobrada, na circunscrição da matriz. A novidade está alinhada à diretriz governamental de reduzir a burocracia e facilitar a vida do empreendedor.

A Redesim possui mais de 83% de integração no país e permite a abertura de negócios em menos de 3 dias (média) e de alguns minutos, em muitos casos.

Na Receita Federal, a Redesim é um projeto estratégico liderado pela Coordenação-Geral de Gestão de Cadastros (Cocad) da Subsecretaria de Arrecadação Cadastros e Atendimento (Suara) em curso desde 2007.

Fonte: http://receita.economia.gov.br/noticias/ascom/2019/novembro/empresario-podera-realizar-abertura-de-filiais-em-diferentes-estados-diretamente-na-junta-comercial-da-matriz-pagando-taxa-unica-1

Compartilhe

Post anterior:

Próximo post: