Backup na nuvem é mesmo seguro?

4 razões que mostram que o backup na nuvem é realmente seguro

O Backup na nuvem é umas das maravilhas da tecnologia que surgiram nos últimos anos desde que a internet evoluiu e se tornou uma mídia acessível à grande maioria das pessoas.

Apesar disso eventualmente alguém ainda se pergunta: Devo mesmo confiar em salvar meus dados na nuvem?

Nesse artigo vamos destacar cinco motivos que tornam o backup na nuvem realmente seguro e por que você deveria considerar em usar esse sistema para salvar seus dados pessoais e da sua empresa.

Na nuvem os dados são criptografados.

Epa! Cripto o quê?
Numa definição mais simples criptografia é uma técnica avançada que “embaralha” os dados originais, de modo que não possam ser compreendidos.
Em tecnologia da informação são usados algoritmos, códigos de programação (Chave criptográfica) que tornam possível esse embaralhamento (o processo de criptografia) e posteriormente a sua recuperação, desembaralhamento (o processo de descriptografia) para tornar a informação compreensível novamente.
Veja esse exemplo abaixo

Criptografia-e-backup-na-nuvem

Um bom serviço de backup na nuvem usa uma criptografia para manter os dados de seus clientes criptografados o tempo todo.
Isso se chama “criptografia de ponta a ponta”, ou seja, desde o exato momento em que os dados saem dos computadores rumo aos servidores no datacenter (vamos falar disso daqui a pouco) os dados são criptografados e assim permanecem lá, quando armazenados.
Somente com uma chave criptográfica que é compartilhada apenas entre o cliente e o serviço de backup na nuvem é que esses dados podem ser desembaralhados.
Dessa forma, mesmo que remotamente alguém pudesse ter acesso a esses dados, sem essa chave ele não conseguiria interpretá-los, mesmo sendo desde uma simples mensagem de e-mail até a formula secreta da Coca-Cola.
Não é à toa que os serviços de criptografia são usados pelos governos e grandes empresas de todo o mundo para proteger os seus segredos.
Adotando um serviço de backup na nuvem sua empresa vai ter esta mesma proteção!

Backup na nuvem restringe o acesso aos dados apenas para usuários autorizados

Assim como os dados na nuvem ficam altamente protegidos como já mencionamos outra vantagem desse sistema é o acesso restrito aos dados salvos.
No sistema de backup na nuvem o cliente tem acesso aos seus dados através de um painel privativo na internet, com uma senha de alta segurança onde apenas pessoas autorizadas pela direção da empresa podem acessar e gerenciar os dados.
Para maior segurança em geral podem ser mais de uma pessoa, para evitar problemas como afastamento do profissional, falecimento, etc.
Apenas os usuários com acesso, ou seja, pessoas de confiança da empresa, podem acessar os dados.
Isso faz uma enorme diferença pois as empresas que fazem backup local nos próprios servidores, em fitas, em HD´s, etc. ficam vulneráveis, pois esses dados, além de poderem ser extraviados (incêndio, alagamento) também podem ser acessados por pessoas não autorizadas, tal como num assalto ou por algum membro do time mal intencionado.
Isso não é tão difícil, afinal basta saber onde o dispositivo com o backup está, pegá-lo e levá-lo embora.
Acredite. Isso acontece, menos é claro, com as empresas que salvam seus dados na nuvem.

Os dados ficam salvos em datacenters de altíssima segurança

Datacenters são a materialização da nuvem.
Sim, a tal nuvem de que você tanto ouve na verdade são os datacenters.
Instalações de altíssima segurança, que reúnem milhares de computadores (os famosos servidores) onde os dados são armazenados e mantidos a salvo.
Os datacenters são prédios que podem ser considerados verdadeiras instalações de guerra.
Possuem diversos mecanismos de proteção contra tudo o que você possa pensar, tais como:

• Instalações anti terremoto, maremoto e incêndio;
• Instalações que suportam queda de aeronaves;
• Perímetro de segurança protegido conta roubos e furtos;
• Barreira de segurança cibernética contra ataques de hackers e vírus;
Geradores de energia com grande autonomia;
Múltiplos links de internet para impedir interrupções;
Controle de acesso de funcionários, e muito mais!

Os datacenters são verdadeiras fortalezas onde tudo é preparado para manter a salvo os dados tanto física, quanto digitalmente.

São instalações que não poupam nos investimentos quando o assunto é proteção de dados.Além disso em serviços de backup como o Gemini, os dados dos clientes são salvos em pelo menos dois datacenters diferentes, ou seja, mesmo que remotamente acontecesse algo com algum deles, ainda assim o cliente teria uma cópia segura de seus dados no outro.
Essa é uma vantagem que os clientes que usam a nuvem têm: Manter seus dados a salvo de forma muito barata em instalações de altíssima segurança.
E o que é melhor, a um custo mensal extremamente acessível!

Backup na nuvem é automático 

Essa é com certeza uma das fatores que mais tornam o backup na nuvem seguro.

No método de backup interno, onde o usuário faz suas cópias de segurança em HD ou no servidor da empresa, ele tem que lembrar de fazer isso.

Porém na correria do dia-a-dia esse processo as vezes cai no esquecimento e quando o usuário vai notar, já se passaram dias ou até meses.

Isso pode ser fatal em caso de um ataque de virus, de ransomware (sequestro de dados) ou roubo por exemplo.

Na nuvem esse processo é automático, pois o aplicativo de backup se encarrega se salvar os dados automaticamente, sem qualquer intervenção, de modo que o usuário não tenha que ficar se lembrando de fazer isso.

Maravilhoso, não?!

Backup na nuvem conta com monitoramento

Aqui vai um alerta, nem todos os serviços de backup oferecem monitoramento, mas bons serviços, como o Gemini, sim.
O monitoramento é uma camada extra de segurança oferecido que consiste em um acompanhamento, pela equipe do fornecedor que avalia a atividade do cliente.
Se tudo está correndo bem, se os dados estão sendo salvos, etc.
Em caso de algum incidente, como um grande tempo de inatividade, por exemplo, a equipe do fornecedor entra em contato com o cliente para avaliar o que pode ter acontecido.
A internet do cliente caiu? A energia acabou?
O computador teve que ser desligado para manutenção?
E se for algo pior, como um ataque de vírus ou invasão de hackers?
O fato é que o monitoramento ajuda o cliente a perceber o mais rápido possível eventuais problemas que possam contribuir para uma parada no backup e sem dúvida é mais um ponto positivo para aqueles que adotam a nuvem para sua proteção de dados.
Vamos fazer uma pequena revisão sobre a dúvida: Backup na nuvem é mesmo seguro?

• Na nuvem os dados são criptografados.
• Apenas usuários autorizados acessam os dados salvos.
• Os dados ficam salvos em datacenters de altíssima segurança.
• O Backup na nuvem é automático.
• O Backup na nuvem é monitorado.

Esperamos que nossos argumentos tenham te convencido!
Se não conseguimos, pelo menos agora você sabe um pouco mais sobre criptografia e as outras vantagens do backup na nuvem.
Obrigado por ter ficado conosco até aqui.
Assine nossa newsletter e acompanhe-nos nas redes sociais pois sempre tem conteúdo novo sobre segurança digital.
Obrigado e até o próximo artigo!

Add um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *