Fim das atualizações ao Windows 7 vai afetar sua empresa?

Fim das atualizações ao Windows 7

A Microsoft vem anunciando há cerca de um ano o fim do suporte e atualizações ao Windows 7.
Não tem jeito, mesmo esse sistema operacional sendo um dos mais queridos e utilizados pelos fãs do Windows ele vai ter seu suporte e atualizacoes finalizado em 14 de janeiro de 2020.

Quer ler o comunicado oficial da Microsoft? Clique aqui.

Na prática isso não quer dizer que os computadores que o utilizam vao parar de funcionar.
Eles continuarão funcionando “normalmente”, porém o sistema operacional deixará de ter suporte do time da Microsoft bem como atualizações de segurança.
Esse assunto requer atenção das empresas e usuários domésticos que usam o Windows 7, afinal certas precauções deverão tomadas para que esse evento não gere transtorno.

O que vai acontecer com o fim das atualizações ao Windows 7?

No começo do texto dissemos que o Windows 7 vai funcionar “normalmente” mesmo com o fim das atualizações.
Por que essas “aspas” então?
Acontece que como o sistema operacional deixa de ser atualizado, com o tempo os programas (que continuam sendo atualizados) deixam de ser compatíveis com ele, ou seja, começam a falhar ou parar de funcionar.
Isso gera transtorno à medida que certos programas com sistemas de gestão / emissão de notas e outros softwares que são essenciais para a empresa parem de funcionar.
Se eles falham as atividades operacionais da empresa ficam comprometidas.
Outra grande preocupação com Windows 7 defasados será a falta de segurança.

Quais os reflexos diretos sentidos com o fim das atualizações ao Windows 7?

Os softwares evoluem o tempo todo, sistemas operacionais como o Windows 7, Windows 10 e Linux, por exemplo, são a plataforma onde esses softwares tem condições de funcionar.
Uma plataforma é um alicerce, logo quando o alicerce vai mal, tudo o que existe sobre ele corre risco.
Vamos analisar então dois grandes problemas que o fim das atualizações ao Windows 7 trarão.

Programas começam a parar

Os fabricantes atualizam seus softwares o tempo todo, seja para aumentar a segurança ou para incluir novas funcionalidades.
Em certo momento um sistema operacional defasado começa a não mais aceitar essas atualizações.
Acontece uma falha e o software para e é aqui que começam os transtornos ao usuário.
Se aquele programa é essencial para a empresa, ficar sem ele não é uma opção.

Emissão da Nota Fiscal Eletrônica pode ser paralisada

Imaginou uma empresa ficar sem fazer vendas?
É exatamente isso que pode ocorrer com o fim das atualizações ao Windows 7 para as empresas que não se atualizarem.
A SEFAZ costuma ser bastante rigorosa com a questão de segurança.
Regularmente ela promove atualizações nesse sentido, logo se o Windows 7 deixar de ser compatível com essas medidas de segurança, o sistema de emissão de Nota Fiscal Eletrônica entrará em pane e a empresa ficará impedida de fazer vendas.
Sem vendas não tem empresa não é mesmo?

Falta de segurança

Sim, esse com certeza é o outro grande problema que as empresas e usuários domésticos enfrentarão se continuarem usando o Windows 7 desatualizado.
Assim como mencionamos que os programas vão evoluindo e ficam incompatíveis com o Windows 7 o mesmo acontece com as atualizações de segurança.
Todos os dias centenas (para não dizer milhares) de ameaças são lançadas no mundo virtual.
São vírus e técnicas de hackers para invadir os computadores dos usuários, seja para sequestrar os dados (o famoso ransomware), seja para roubar esses dados ou até mesmo dinheiro das vítimas.
À medida que um sistema operacional fica desatualizado ele deixa de ser imune a essas novas ameaças.
Logo um computador com Windows 7 desatualizado é menos seguro que com Windows 10 atualizado por exemplo.
Dessa forma as empresas e usuários domésticos que insistirem em utilizar esse sistema operacional ficarão mais sujeitos a essas ameaças e por tabela, de sofrerem roubos e prejuízos.
Usando uma analogia com o corpo humano o fim das atualizações ao Windows 7 seria como uma pessoa ficar sem tomar vacina.

Que medidas tomar com o fim das atualizações ao Windows 7?

A mais lógica é atualizá-lo pelo Windows 10, que hoje é o sistema operacional padrão da Microsoft.
Segundo especialistas consultados, a Microsoft permite a atualização do Windows 7 para o Windows 10 gratuitamente.
Recomendamos para isso que você converse com seu técnico de TI sobre como realizar esse procedimento corretamente.
Se nada disso der certo você pode adquirir um pacote Windows 10 original.
Hoje uma versão básica custa a partir de 700,00 na loja oficial da empresa.
Porém essa troca vai depender também do tipo de equipamento que você possui.
Se ele tiver uma configuração robusta, vai suportar o Windows 10 com um bom desempenho.
Se for um computador “mais fraco” a própria Microsoft recomenda a aquisição de um computador novo que venha com Windows 10 original.
Então dependendo da função que a máquina executa e com o valor dos computadores baixando constantemente talvez a aquisição de um PC novo não seja uma má ideia.
Frisamos sempre a importância de utilização de softwares originais e sempre atualizados, dessa forma você mantém seus dados seguros e também fica em dia com a lei.

Não deixe pra última hora, sua empresa pode parar

Usa Windows 7 na sua empresa?
Emite notas fiscais, acessa o banco online, controla a gestão?
Lembre-se, segurança digital nunca é demais.
As empresas de todos os portes e ramos estão sofrendo com as ameaças digitais atualmente.
Não caia na história do “isso só acontece com os outros”.
Hoje vírus, ransomware e ataques de hackers fazem vítimas de qualquer tamanho e em qualquer lugar do mundo.
Atualize seu Windows 7 para Windows 10 e aumente a segurança dos seus dados.

Gostou dessas dicas de segurança?
Assine nossa newsletter para acompanhar as novidades e mantenha sua empresa protegida sempre.
Obrigado e até a próxima.

Add um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *