Benefícios de um centro de custos

por Equipe de conteúdo

Beneficios-de-um-centro-de-custos

Recentemente falamos aqui no blog sobre como o centro de custos ajuda as empresas a darem os primeiros passos rumo à excelência de sua gestão.

Neste artigo damos mais detalhes sobre a implantação dessa importante funcionalidade

Implantação do centro de custos em todos os setores

O centro de custos pode ser implantado em todos os setores da empresa.

Pode ser criado um centro de custos para o administrativo, para o setor de atendimento, departamento de RH, vendas, enfim, todas as áreas que a empresa queira analisar.

O centro de custos pode ser implantado em novos projetos da empresa também, como por exemplo na construção de uma obra ou o desenvolvimento de um novo produto.

Com isso a empresa pode gerenciar os investimentos num novo empreendimento de forma individualizada.

Como os custos são lançados?

Vale reforçar que o centro de custos exige um sistema de gestão (Ou ERP como muitos conhecem) implantado na empresa.

A definição dos lançamentos nos centros de custos vai depender da forma de operação de cada empresa.

Vão haver duas situações para os lançamentos:

Rateio, onde os custos serão divididos entre os setores de acordo com critérios definidos pela direção.

Custo exclusivo, ou seja, aquele que é lançado integralmente para o setor que o consumiu.

Lançamento por rateio

Em geral o critério adotado para o rateio é a proporcionalidade.

Pega-se 100% de um valor e divide-se proporcionalmente ao consumo de cada setor.

A empresa pode definir critérios de divisão dos custos por meios diversos, como custo por metro quadrado do setor, custo por equipamentos instalados ou funcionários alocados no setor e assim por diante.

Exemplo de rateio:

Peguemos como exemplo os gastos com energia elétrica.

Uma loja com grande área, pode fazer o rateio da energia elétrica por m2.

Uma indústria pode fazer o rateio pelo número de equipamentos instalados em cada setor.

Um escritório contábil pode fazer o rateio pelo número computadores em cada departamento.

 

Leia também: Centro de custos é o primeiro passo na gestão avançada das empresas

 

Lançamento por custo exclusivo

Existem situações onde é inadequado lançar os custos de forma proporcional para todos os centros de custo, pois eles distorcem a realidade, visto que são gastos exclusivos de um setor.

Por exemplo:

Numa empresa que tem um setor de produção e que este não usa papel sulfite e por outro lado o departamento administrativo consome 100% do papel comprado, não faz sentido fazer o rateio dos gastos com papel entre os setores.

Nesse caso 100% dos custos com esse insumo devem ser lançados para o administrativo.

Já o setor de produção usa uma tinta na fabricação de um produto da empresa, não faz sentido ratear os custos com essa tinta com o administrativo.

Na prática o que a empresa deve fazer é definir quais custos serão exclusivos de cada setor e quais serão rateados e a partir daí lança-los no sistema de gestão de acordo com cada critério definido.

Análise das informações obtidas com o centro de custos

A funcionalidade do centro de custos permite a emissão de relatórios mostrando os gastos por setor, pelo tipo de despesa (energia, telefone, combustível, matéria prima, etc.).

Dessa forma o gestor, o empresário podem analisar o comportamento dos gastos num setor ou de um gasto especifico.

Sinais de alerta

Imagine as seguintes situações:

Olhando pelos gastos de um departamento.

Se uma despesa realizada pelo departamento oscilar demais ao longo de um ou dois meses em comparação com outros períodos o empresário deve analisar o que está acontecendo.

Por exemplo os custos aumentaram 30, 40% a mais sem uma razão aparente.

É necessária uma análise do que pode estar gerando esse aumento nas despesas.

Olhando para os gastos de uma despesa específica vale o mesmo princípio.

Se uma despesa da empresa em geral subiu (ou mesmo baixou) demais, é importante averiguar o que pode estar causando isso.

Houve reajustes?

Os colaboradores não estão sabendo utilizar os equipamentos?

As vendas aumentaram e precisaram de mais trabalho da equipe? (isso é bom)

O centro de custos indica, você age

O centro de custos é um indicador.

O empresário deve processar as informações e tomar as decisões

É necessária uma análise do empresário e sua equipe para verificar se certas oscilações fazem sentido ou não.

Por exemplo se as vendas estão aumentando, é natural que alguns custos aumentem, pois eles estão ligados diretamente àquela atividade.

Se um custo sobe demais sem aumento nas vendas pode ser que aquele é um custo que tem aumento sazonal normal para aquela época do ano ou simplesmente porque o fornecedor daquele insumo subiu muito os preços.

Nesse caso é necessária uma ação para renegociar ou trocar de fornecedor.

Enfim, a análise das informações obtidas com o centro de custos vai impactar diretamente na forma de gestão da empresa.

Compartilhe

Post anterior:

Próximo post: