6 motivos que fazem o backup em HD falir sua empresa

Backup-em-HD

 

O Backup em HD é provavelmente o formato mais popular de backup interno hoje nas empresas, porém não é a forma mais segura de se realizar um backup eficiente e requer muitos cuidados.

Aparentemente é uma decisão óbvia fazer o backup em HD, afinal o investimento é baixo, os dados “estarão seguros” dentro da empresa, o acesso aos dados é fácil e rápido, logo é a decisão perfeita.

Porém por traz da aparente economia e praticidade que o backup em HD promete existem riscos que as empresas ignoram.

A seguir listamos seis riscos que as empresas correm ao confiarem seus dados ao backup em HD.

1) O Backup em HD está sujeito a roubo

 

Este é um dos riscos mais óbvios, pois em caso de um assalto, o HD pode ser facilmente roubado.

A coisa fica mais grave ainda se nesse roubo os computadores com os dados da empresa também forem roubados, nesse caso o backup é perdido junto.

Isso é sério!

2) O backup em HD pode ser contaminado por vírus

 

Em nossa experiência com backup identificamos inúmeros casos em que as empresas tornavam o HD externo um “HD fixo” à rede, ou seja, por comodidade os usuários deixavam o HD conectado permanentemente.

Nesse caso em caso de um ataque de vírus, além dos dados dos computadores serem prejudicados o próprio HD também seria, ou seja, nesse caso o backup em HD não teria sentido nenhum, afinal a segurança de ser externo deixou de existir a partir do momento em que ele ficou permanentemente conectado à rede.

3) Os dados no HD podem ser sequestrados por ransomware

 

O ransomware, ou sequestro de dados, é uma das maiores ameaças (e temores) das empresas quando se fala de segurança de dados.

Igual ao caso do ataque de vírus, se o HD é mantido permanentemente na rede, os hackers vão sequestrar os dados do HD também.

Os hackers fazem isso o tempo todo, pois muitas vezes monitoram as atividades das vítimas, e sabem que aquela unidade é um HD externo, portanto o equipamento nesse caso se torna um alvo primário dos criminosos.

Quando a empresa sofre o sequestro uma surpresa desagradável é descobrir que o backup do HD também foi.

Portanto fazer o backup em HD nesse caso não faz sentido algum.

4) O HD está sujeito a mau funcionamento

 

Imagine sofrer uma perda de dados e ao tentar recuperar o backup em HD, descobrir que o disco está com defeito e que os dados foram corrompidos ou perdidos para sempre?

É a mesma coisa que bater o carro e só depois descobrir o que o seguro não foi pago.

Assim como todos os equipamentos eletrônicos, o HD está sujeito a panes e se o problema não for identificado a tempo o risco de uma perda de dados num momento crítico de necessidade de recuperação do backup é alto.

5) O HD pode ser danificado num incêndio

 

Ninguém quer que a empresa pegue fogo ou que seja vitima de uma enchente, mas o fato é que isso as vezes acontece.

Se isso acontecer e o HD com o backup estiver na empresa, há uma grande chance de ser danificado, e nesse caso, se os dados nos computadores também forem danificados a empresa vai ser ver de repente absolutamente sem suas informações estratégicas.

Um tipo de evento crítico como esse tem outro agravante, em caso de incêndio ou enchente os dados “analógicos” como cópias de documentos, comprovantes e outras informações podem ser pedidas também, o que torna quase impossível o processo de reconstituição desses dados.

6) As pessoas se esquecem de fazer o backup em HD

 

Por último, mas não menos importante, um problema sério do backup em HD é que as pessoas se esquecem de fazê-lo,

Não é raro entrevistar empresas que quando perguntadas sobre qual a ultima vez foi em que o backup foi feito constatarem que a última cópia tem 30, 40, 60 dias.

Ou seja, no mundo corporativo isso é uma eternidade.

Nesse caso o backup em HD traz uma armadilha psicológica, pois o empresário acredita que o colaborador está fazendo o backup e não toma precauções adicionais, porém em caso de algum evento grave, como ransomware por exemplo, descobre que seus dados estão muito desatualizados.

 

Leia também: Pessoas são o elemento mais importante na proteção de dados

 

Acredite, em algum momento as pessoas esquecerão de fazer o backup manual na sua empresa também.

Afinal é um pecado mortal fazer o backup em HD?

 

Fazer somente o backup em HD sim, afinal pelos motivos listados essa prática leva as empresas a crerem que estão com seus dados seguros, quando na verdade não estão totalmente.

Essa falsa sensação de segurança pode levar a empresa a enfrentar sérios problemas, e até mesmo ter prejuízos que causem sua falência em caso de necessidade de recuperar seus dados e haver a constatação que o backup falhou.

O ideal é que a empresa tenha opções adicionais e mais seguras, como o backup na nuvem, que garante a total segurança dos dados fora da empresa.

Além disso hoje em dia o backup na nuvem além de ser confiável, é um método barato e acessível tecnologicamente a qualquer tipo e porte de empresa.

Backup em HD pode mesmo falir minha empresa?

 

As evidências dizem que sim.

Um estudo da National Archives & Records Administration de Washington-EUA (Uma entidade governamental americana) diz que:

93% das empresas que tem um episódio de perda de dados por 10 dias ou mais fecham as portas dentro de um ano.

Então não é brincadeira!

Perder todos os dados por causa de roubo, incêndio, sequestro de dados, ataque de vírus pode colocar seriamente em risco o futuro da empresa.

Não que a empresa não deva mais fazer o backup em HD, mas esta deve ser uma solução secundária.

O Backup na nuvem garante a confiabilidade total do backup mantendo os dados seguros em datacenters de altíssima segurança e tecnologia de ponta, capazes de evitar todos os riscos aqui mencionados.

Além disso o processo automático evita com que as pessoas se esqueçam de fazer o backup, afinal ele passa a ser feito sem intervenção humana.

 

Já pensou na hipótese de fazer o backup da empresa na nuvem? Quer saber mais sobre esse assunto e analisar as melhores opções para a segurança do seu negócio? Fale com um de nossos especialistas sem compromisso e receba um diagnóstico gratuitamente.

Add um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *